sábado, 11 de agosto de 2012

Pequeno poema enquanto espero minha tia

Apenas escreva
Escreva qualquer coisa estúpida
Qualquer poema em linha reta
CAIXA ALTA
ou
    em
        queda
Apenas escreva
Apenas faça
Apenas deixe que seus dedos sejam dedos
Masturbantes
Masturbando
As letras
As teclas
As canetas
Dedos apaixonados
Por um belo orgasmo literário
Apenas escreva
ou transcreva
Há tantos sonhos em você, querida
Sonhos bobos
Sonhos grandes
Sonhos de conforto
A casa grande no meio do mato
A mesa Luís XVI
e seus velhos retratos
Apenas escreva
Ou deixa
Que as palavras
se escrevam
Apenas escreva, meu amor
Não há tempo para mais nada,
De qualquer maneira.
Sua cabeça está sempre cheia
Então, querida, apenas escreva

Nenhum comentário:

Postar um comentário