sexta-feira, 29 de junho de 2012

Quero vomitar


Acorda. Faz xixi. Lava o rosto. Escolhe a roupa. Veste a roupa. Faz o chá. Faz a torrada. Toma o chá. Junto com a torrada. Penteia o cabelo. Odeia o cabelo. Penteia o cabelo. Desiste do cabelo. Passa corretivo nas olheiras. Não esconde as olheiras. Passa pó. Passa blush. Curvex. Rímel. Iluminador. Olha no espelho. Odeia o que vê. Passa desodorante. Passa perfume. Pega o casaco. Pega a bolsa. Tira o celular do carregador. Coloca o carregador na bolsa. Última olhada no espelho do banheiro. Merda. Mas tudo bem. Sai correndo. Pula os degraus da sala. Fecha a porta. Tranca a porta. Esconde a chave. Atravessa o quintal. Abre o portão. Fecha o portão. Fala oi para o vizinho. Sai correndo. Vira à esquerda, direita, esquerda, direita. Espera o ônibus. Arfando. Entra no ônibus. Bom dia, motorista. Senta. Celular. Fuça. Música. Cochila. Trabalho. Trabalha. Trabalha. Trabalha. Almoço. Chocolate. Trabalha. Trabalha. Trabalha. Tem reunião também. Desliga o notebook. Coloca na mochila. Tranca a gaveta. Tchau. Ônibus. Senta. Celular. Música. Dorme. Posto. Pai. Sofá. Janta. Novela. Banho. Livro. Dorme. Repete.

A rotina é um rolo compressor e não há antidepressivo que nos cure.




2 comentários:

  1. Adorei,Adorei, voce poderia escrever todos os dias!

    ResponderExcluir
  2. querido anon, juro que eu queria! Mas a minha rotina não me permite =( semana que vem estou de folga e prometo textos diários!
    beijos e bom fim de semana para você!

    ResponderExcluir