segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

What have I become?

Eu não sei ficar animada aos sábados à noite, imaginem nos quatro dias de carnaval. Nada contra os foliões, as escolas de samba, os carros alegóricos, as pessoas eufóricas com o feriadão. É que tem coisa que a gente é, e não há terapia que resolva, Lexapro que cure. Eu gosto é do marasmo e das músicas tristes, das montanhas da Escócia e do ar parado nas segundas de verão.
Para não perder a chance de ser um pouquinho eu, Johnny Cash para vocês, cantando a música que me faz olhar o horizonte cheio de muros pichados e suspirar a fatalidade da vida.

4 comentários:

  1. Gostar de música triste é quase um carma.

    ResponderExcluir
  2. esse é o peso da sensibilidade aflorada ...

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto de carnaval, pois cinco dias em casa não é nada mal.

    Beijo.

    ResponderExcluir