domingo, 26 de fevereiro de 2012

Eu odeio o amor.

O amor é uma bosta. Uma puta duma bosta. Te faz perder o sono e perder a razão e te faz ficar tão pilhado quanto quatro litros de vodka com energético. O amor te conquista, te beija, te aproveita, te fode. E aí te larga. Só um nadinha na sarjeta. Eu odeio o amor. Odeio. Mas queria tanto passar o resto das minhas noites em claro só por amar.



7 comentários:

  1. quer sentimento mais paradoxal que este ?

    um sacana conquistador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. um filho duma puta encantador. Amor é tipo do cara cafejeste, né? A gente sabe que faz mal, qie só maltrata o nosso coração, e a gente corre atrás, só pra ter uns minutinhos de prazer.

      Boa semana pra você :D

      Excluir
  2. Sim, o amor revela - Leva.
    Pra trazer de volta, dá
    problema.

    Deixemo-nos ser levados,
    então.

    Estou a segui-la.
    Luz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faço minhas suas palavras: deixemo-nos ser levados, então!

      Excluir
  3. A gente sofre por amor, mas sofrer é melhor do q não sentir nada. Aí amamos de novo, mesmo sabendo q vamos sofrer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso é verdade! Por mais que doa, nada melhor do que sentir aquele friozinho na barriga, borboletas no coração.

      Boa semana pra você!

      Excluir