terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Procrastinação da Alma Eterna.

Já dizia meu pai: "Camila, você é a Rainha da Procrastinação da Alma Eterna". Meu pai. Um cara de sábias palavras.
Terça-feira, quase uma hora da tarde , o dia está de chuvoso, eu estou de férias e não estou dormindo.  Faço um chá e fico lendo as ideias dos outros em blogs aleatórios e alguns pensamentos mais famosos que a gente encontra nesses sites de citações. O chá tá quente pra caralho e tô tentando equilibrar a caneca no colchão para poder escrever com as duas mãos. Meu pai me prometeu um criado-mudo, mas o tempo não ajuda. A falta dele, digo.
Eu tinha que ir até Americana, na minha antiga escola do Ensino Médio, buscar meu histórico escolar. Não sei se o que mais  me desagrada é a ideia de pegar o circular lotado com todos os vidros fechados, aquele bafo nojento e aquele banco duro chacolejando até eu passar mal ou ir até aquela escola cheia de lembranças de como eu era retardada e de como eu teria aproveitado mil vezes mais meu tempo lá se tivesse procurado um psiquiatra há 6 anos atrás. Um pé no saco.
Eu tinha que procurar números de vans que fazem transporte escolar antes que seja tarde demais e eu não tenha como voltar da faculdade quando as aulas começarem, aí é claro que eu vou acabar ligando para o meu pai em desespero pedindo para ele me salvar. Ele sempre me salva e vai ver é por isso que eu ainda tô aqui pensando que as vans podem esperar até amanhã. E eu tinha que ligar numas oito dessas para fazer cotação e salvar meu dinheirinho que não é lá uma mega-sena acumulada. É claro que eu tinha.
Não posso esquecer de ligar na manicure e remarcar meu horário para essa semana e ver se tem como encaixar uma sobrancelha para mim - tem pêlos em excesso desarmonizando meu rosto e essas unhas estão de fazer inveja naquele tal de Zé do Caixão. Além disso, comprei um esmalte lindo e brilhante e tô doida para experimentá-lo. Sou tarada por tudo que tem brilho. Mas hoje ainda é terça, o salão de beleza é subindo a rua de casa e ele não vai sair correndo de lá, não é mesmo, gente?
Ainda não tomei o Lexapro nem o anticoncepcional-milagroso-que-me-livra-das-cólicas-mais-monstruosas: cinco passos dentro do meu quarto estão me parecendo as grandes Cruzadas da Idade Média. Não tenho coragem nem de colocar o celular para carregar - e para isso basta esticar o braço - quiçá levantar dessa caminha aconchegante e quente de sono para chegar até a estante bagunçada. Ah é. Eu tinha que organizar todos os livros jogados em cima dela, enfiados de qualquer maneira em qualquer espacinho - livre ou não.
E eu tinha que dar um jeito de sumir com o monte de roupa em cima do meu sofá e ver se eu faço algo saudável-e-gostoso-que-não-seja-miojo para o almoço, e lavar a louça e levar a Rebequinha no veterinário e eu bem que podia terminar de ler Taltos e 27 para poder começar Não conte a ninguém e eu tinha que tirar o pijama e passar desodorante e escovar os dentes, por Deus, já é quase uma hora da tarde e eu acordei às nove.
Em dias como esse, eu paro por um segundo, que acabam se transformando em horas, e fico olhando o nada e tento sentir o tempo passando por mim, como uma ducha fria passaria ou sei lá, uma tempestade de areia. Só que o tempo não se sente e isso é desesperador para cacete. Minha vida passando dentro de mim e as minhas células morrendo e parece que eu não tenho nada melhor para fazer, além de ficar olhando o nada e pensando em como eu queria ser um vampiro. Eu queria ser eterna e poder dedicar duas décadas inteirinhas ao ato de espreguiçar e despertar e mais uns três séculos para ler todos os livros da Biblioteca do Congresso Americano, puxa vida, eu queria pelo menos ter tempo para ler todos os títulos na minha estante 3x2 e não precisar me preocupar em pagar o cartão de crédito ou voltar a trabalhar ou terminar a faculdade, se não der tempo agora, tudo bem, a gente tenta no próximo milênio. Ai Deus, queria saber quando é que vão inventar um remédio para preguiça.

2 comentários:

  1. Ai Milaaaa...Eu tbm queria um remédio pra preguiça pois tô igualzinho a vc,acordei as 9 tbm e to numa preguiça lascada,mas tbm esse tempinho não ajuda né...Beijos

    ResponderExcluir
  2. Vencer a preguiça é a primeira coisa que se deve procurar, se quiser ser dono do seu destino.

    Thomas Atkinson

    ResponderExcluir