segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

É uma batalha inútil entre o que eu sinto, o que os outros dizem e o que acho que é certo. Eu quero te ligar ou ir até o fim de mim mesma, porque é isso o que eu sinto. Minha amiga me diz: pára de ser otária, isso vai passar. Minha consciência implora para eu não me humilhar, não perder a dignidade feminina.
E eu quero que tudo se foda, sinceramente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário