sábado, 17 de dezembro de 2011

Sonho que estou na praia com os amigos - pessoas reais ou não - e com o cara. É, aquele cara. Quem mais seria? Todo mundo conversando em volta da fogueira, rindo, brincando, enfim, essas coisas que as pessoas fazem quando são jovens e há um mundo de futuros brilhantes pela frente.
Tenho sonhado muito, a noite toda, todos as noites. Sonhos bizarros que bem poderiam ser pesadelos. E esse sonho não é diferente: de repente, e não mais que de repente, vem, acontece, se forma - ou sei lá que verbo se usa - O Tsunami. Chego a sentir o gosto da água salgada e meus olhos ardendo e penso "que merda, vai foder com a minha cirúrgia!" e corro e corro e corro. E me escondo atrás de um bar e todo resto está destruído. E vem uma, duas, três, quatro, ondas gigantescas, engolindo o que quer que seja que esteja a seu alcance.
Mas que porra significa sonhar com um tsunami? Será que são as forças maiores, sobre-humanas, me alertando que lá vem a onda feroz e destruidora que é o destino acabar com toda a minha paz recém-conquistada? Será que isso é um lembrete de que eu não tenho o minímo controle sobre a minha vidinha pacata e que seja o que for que tiver que acontecer, vai acontecer e eu nada posso com as forças externas que brincam comigo como se eu fosse uma imitação barata da Barbie? E por quê  aquele cara está junto comigo nesse sonho, me esnobando como sempre? Que merda é essa?
Procuro no Google. Sonhar com tsunami: "Ver um tsunami em seu sonho representa que você pode estar sofrendo em razão de sentimentos reprimidos. Você pode ficar instável emocionalmente em razão disto. Abra-se, converse com pessoas próximas. Se você não expuser seus sentimentos não há como as pessoas tomarem conhecimento." Instabilidade emocional? Ah então tudo bem. Nada de novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário